De Maio lança HQ Raul com exposição
sobre jornalismo em quadrinhos em SP

Reportagem em quadrinhos conta história de golpista que se transformou em rapper, fez sucesso e deixou o crime, mas reviravoltas na carreira fizeram com que tudo desse errado

Na quinta-feira, 15 de março, às 19h, o jornalista e quadrinista paulistano Alexandre De Maio lança na Matilha Cultural seu primeiro livro solo, Raul, uma reportagem em HQ sobre o rapper Rafa (nome fictício), que se debateu entre o sucesso e o crime nos anos 2000 e — após ser preso, virar notícia e ver sua carreira artística desabar — está foragido da justiça.

A obra sai pela Editora Elefante, que publica o quarto título do selo Elefante em Quadrinhos. No lançamento de Raul também será inaugurada a primeira exposição sobre jornalismo em quadrinhos do país, que ficará aberta ao público até dia 31 de março, com desenhos de De Maio, Carolina Ito, Robson Vilalba e Helô D’Angelo.

COMPRE COM FRETE GRÁTIS!

“Queria fazer uma HQ que contasse uma história real e que abordasse um tema que ainda não tivesse sido explorado”, afirma De Maio, explicando as motivações que o levaram a escrever e desenhar Raul — alcunha pela qual são conhecidos os criminosos que se dedicam a aplicar golpes de cartão de crédito. “Esse livro é uma entrevista com um personagem de São Paulo que vive de um crime invisível. Raul mostra a trajetória desse cara, que durante um tempo foi rapper e fez algum sucesso, mas que hoje vive do crime e nos conta como funcionam os golpes e as técnicas usadas pelos ‘rauls’.”

Alexandre De Maio já publicou os livros de ficção em quadrinhos Os inimigos não mandam flores (2006) e Desterro (2013), ambos em parceria com o escritor Ferréz, e ilustrou Génération favela, de Marie Naudascher e Héléne Seingier, lançado na França em 2016. De Maio também é co-autor da reportagem em HQ Meninas em jogo (2014) com a jornalista Andrea Dip, da Agência Pública, sobre turismo sexual em Fortaleza. O trabalho foi finalista do prestigiado Prêmio Gabriel García Márquez para o Novo Jornalismo Ibero-americano em 2015.

Além da venda de livros e da exposição, a noite de lançamento na Matilha Cultural contará ainda com um debate sobre “Realidade, Quadrinhos e Jornalismo”, que abordará o processo criativo das HQ documentais com a participação do autor de Raul, Alexandre De Maio, do escritor Ferréz e da rapper Luana Hansen — que, após o bate-papo, fará um pocket show. Depois da sessão de autógrafos, haverá também discotecagem com a DJ Ge. A entrada é franca.

 

LIVRO
=====

Raul é uma reportagem em quadrinhos sobre um golpista e fraudador bancário que se transformou em rapper, gravou disco, começou a fazer sucesso e deixou o crime. Mas reviravoltas na carreira — e a necessidade de arcar com os custos da indústria fonográfica — fizeram com que tudo desse errado. Ao longo da narrativa, Rafa (nome fictício) explica como faz para ganhar a vida enganando clientes de banco e esvaziando suas contas bancárias por meio dos caixas eletrônicos. Em seu primeiro livro solo, De Maio lança seu olhar sobre a trajetória do ex-rapper para revelar uma das modalidades mais rentáveis do crime — os golpes com cartão de banco — e abordar o drama de quem esteve prestes a viver do próprio sonho.

 

EXPOSIÇÃO
==========

A primeira exposição de jornalismo em quadrinhos do país terá quarenta telas, a maioria delas assinada por Alexandre De Maio, como a HQ produzida em comemoração aos 100 anos do samba, em 2017. “O visitante consegue passear pela exposição e ler essa HQ em 23 telas grandes”, diz. “Haverá dez telas do livro Génération favela e uma tela de computador com HQs online.” De Maio explica que selecionou ainda dois prints de jornais do século XV para mostrar que já existia jornalismo em quadrinhos daquela época. “O quadrinho nasceu fazendo jornalismo.” A exposição conta ainda com trabalhos de Carolina Ito, da Revista TPM; Helô D’Angelo, da Revista Cult; e Robson Vilalba, vencedor do Prêmio Vladimir Herzog em 2014 e autor do livro Notas de um tempo silenciado (2015).

 

SERVIÇO
=======

Lançamento do livro Raul
Abertura da exposição “Jornalismo em Quadrinhos”
Quinta-feira, 15/03, às 19h
Matilha Cultural
Rua Rêgo Freitas, 542, República, São Paulo-SP
Debate “Realidade, Quadrinhos e Jornalismo”
Pocket show com Luana Hansen
Discotecagem de DJ Ge
Entrada franca

You may also like

Leave a comment