Amazon destrói

Por Tadeu Breda, editor


Nesta semana nos deparamos com um exemplo prático de como a Amazon destrói livrarias utilizando-se de seu gigantesco poder financeiro. Não fornecemos diretamente para a Amazon. Ela consegue títulos da Editora Elefante através de distribuidoras com as quais trabalhamos, e que fornecem para livrarias de todo o país — inclusive para a Amazon.

Os preços que a Amazon pratica, porém, são inviáveis para qualquer um, até mesmo para nós, que produzimos o livro e fazemos a venda direta, sem passar por intermediários. Ainda assim, ela comercializa Calibã e a bruxa, de Silvia Federici, cujo preço de capa é R$ 60, por R$ 43,80 e Olhares negros, de bell hooks, que custa R$ 50, por R$ 36,50.

Mesmo as livrarias on-line que vendem mais barato usando a plataforma da Amazon não conseguem chegar a tal patamar. Como estamos dos dois lados do balcão, sabemos que ninguém consegue sustentar-se vendendo livros com tamanho “desconto” (que não é desconto, é dumping, e alguns países vêm tomando medidas contra essa prática). Fica claro, assim, que a Amazon — ao contrário das pequenas livrarias — não se mantém com a venda de livros.


O que eles fazem, sobretudo nos casos de livros de boa vendagem, como Calibã e a bruxa e Olhares negros, é atrair compradores com preços obscenos, desbancar a concorrência que nem em seus maiores sonhos conseguiria igualar tais preços, e usar os dados dos clientes para, com seus robôs e algoritmos de última geração, continuar bombardeando e vendendo de tudo — inclusive mais livros —, até que um dia não haja mais concorrência e eles possam aumentar os preços tranquilamente, potencializando seus lucros.

Sabemos que os livros não são baratos no Brasil. Mas, sobretudo no caso de editoras independentes, e certamente no caso da Editora Elefante, não se trata abuso: fazemos as contas aqui com a corda no pescoço para que o livro saia de nossos depósitos com o valor mais baixo possível, em uma cadeia que vai distribuir renda entre todos os nossos colaboradores — e entre os pequenos livreiros e seus colaboradores.

Se você compra pela Amazon, estará enriquecendo ainda mais Jeff Bezos e aumentando sua fortuna, estimada em noventa bilhões de dólares: um homem que tem tanto dinheiro que agora quer conquistar o espaço — enquanto isso, muitos de seus trabalhadores não conseguem pagar as contas.

Nós aqui temos asco de tamanha concentração de riqueza. E apostamos pela humanidade. Comprando diretamente em nosso site e em pequenas livrarias, você estará lidando com seres humanos como você, com suas virtudes e seus defeitos. A escolha é sua. Já fizemos a nossa.

O que é e como funciona a pré-venda da Elefante?

Comprar livros em pré-venda, direto no site da Elefante, nos ajuda a continuar vivos — e lançando os títulos que você gosta. Isso porque os gastos iniciais de publicação de um livro são muito altos (e ainda maiores quando se trata de uma tradução), e editoras minúsculas, como a nossa, têm imensas dificuldades em absorvê-los. Com o apoio de vocês, porém, a gente consegue.

A pré-venda trata-se de uma venda antecipada, que acontece quando o livro ainda não está pronto. É uma maneira de adiantar recursos que podemos usar para financiar não apenas as primeiras despesas do título em pré-venda, mas também outros livros importantes, em um ciclo virtuoso que beneficia a todos: inclusive os leitores, que garantem seu exemplar com um belíssimo desconto.

Ao aderir à pré-venda e cooperar com a Elefante, o leitor precisa compreender que haverá uma certa demora na entrega do livro — justamente pelo fato de que ele ainda não existe. Na página da compra, colocamos a informação sobre o início dos envios (normalmente, dentro de um ou dois meses a partir do início da pré-venda). Demora um pouquinho, mas o livro chega — e você dá uma ajuda inestimável à editora. A gente não esquece de ninguém.

Outro ponto importante a ser esclarecido é a mensagem de “pedido concluído” que nosso sistema envia automaticamente quando registramos sua compra. Esse “concluído” não significa que o livro já chegou na sua casa, mas sim que seu nome e endereço foram colocados em nossa planilha, e logo se transformarão em etiquetas, que serão coladas em pacotes, que serão levados aos Correios e entregues no conforto do seu lar no menor tempo possível.

Qualquer dúvida sobre a pré-venda, por favor, não faça contato pelo Instagram nem pelo Facebook, mas pelo leitores.elefante (a) gmail.com. Nós respondemos absolutamente todos os e-mails — todos. Pode demorar 24h ou 48h, mas fique tranquilo porque esclarecemos todas as dúvidas e não deixamos ninguém sem resposta.