fbpx

Corumbiara, caso enterrado é lançado em e-book no Kindle

O livro-reportagem Corumbiara, caso enterrado chegou ao formato digital. Agora, o lançamento da Editora Elefante pode ser baixado no Kindle, da Amazon, pelo valor de R$ 24,99 (ou US$ 7,18). É uma bela vantagem em termos de preço e, especialmente, de distância, já que se pode fazer o download em qualquer parte do mundo e iniciar a leitura de imediato.

O trabalho do jornalista João Peres passa a limpo a história do massacre de Corumbiara, ocorrido há vinte anos no sul de Rondônia. Em julho de 1995, famílias sem-terra ocuparam um pedaço da fazenda Santa Elina, de 18 mil hectares, localizada entre Corumbiara e Chupinguaia, em Rondônia. Durante operação de reintegração de posse iniciada na madrugada de 9 de agosto, doze pessoas morreram – nove posseiros, dois policiais e uma pessoa não identificada. Cinco anos mais tarde, foram condenados três PMs e dois líderes da ocupação.

Compre na loja Kindle!

Essas são as informações que resumem a história. Mas não a respondem. A questão central do livro reside em entender como inúmeros fatores se cruzaram até redundar na tragédia de 1995 e, dali por diante, numa investigação inconclusa, num contestado julgamento, em comportamentos estranhos. Os motivos para o caso ter ficado praticamente esquecido nos últimos anos também são abordados. Corumbiara, caso enterrado é uma nova chance para resgatar a história de uma página importante do Brasil pós-ditadura. E entender por que ela é tão atual.

Compre a versão impressa!

Agora, nosso lançamento está disponível para todos os interessados, em qualquer parte. Infelizmente, devido a restrições de um dos programas ligados ao Kindle, as fotos de Gerardo Lazzari ficaram de fora desta primeira versão. O belíssimo trabalho pode ser conferido na versão impressa, que segue à venda pela internet, com envio a preço fixo para qualquer lugar do Brasil. Se você mora no exterior e não dispõe de um leitor digital, não se chateie: mande e-mail para editoraelefante@gmail.com que resolvemos seu problema.

Também pode te interessar

Deixe seu comentário