Araquém Alcântara

nasceu em Florianópolis em 1951 e é um dos mais importantes fotógrafos em atuação no país.

Desde 1970, se dedica integralmente à documentação da natureza e do povo brasileiro. É autor de mais de quarenta livros, como TerraBrasil (1997), Brasileiros (2004), Amazônia (2005), Bichos do Brasil (2008) e Sertão sem fim (2009).

Premiado nacional e internacionalmente, já teve mais de setenta exposições individuais. Priorizando a fotografia como expressão plástica e instrumento de transformação social, é um dos mais combativos artistas em defesa do patrimônio natural do país.

Suas fotografias dos profissionais de saúde do Programa Mais Médicos ilustram o livro Branco vivo, de Antonio Lino.

Mais informações em www.araquem.com.br.

 

Também colabora em:

 

Postagens relacionadas:

Retratos em disputa: a ditadura e a perseguição LGBTQIA+

Por Renan Quinalha, organizador de Novas fronteiras das histórias LBGTI+ no Brasil Publicado em Revista Zum   Em 2012, então […]

Ler mais

Homens negros e o amor

Por Nina Rizzi Trecho do prefácio à edição brasileira de Salvação: pessoas negras e o amor     Salvação não […]

Ler mais

A simpatia historiográfica pela modernidade

Por Pedro Rocha de Oliveira Trecho da introdução de Discurso filosófico da acumulação primitiva A historiografia sobre a origem do […]

Ler mais