Rachel Pach

investiga avidamente a teoria e a prática das derivas psicogeográficas. É anarco-comunista, situacionista e benjaminiana.

Nasceu na Paulicéia Desvairada nos anos 1990 e em 2018 seguia sendo proletária intelectual do Estado (fazendo mestrado em Geografia Humana na Universidade de São Paulo).

Pela Editora Elefante, publicou o ensaio Guia Rússia para turismo do colapso, ou: o espetáculo das ruínas construtivistas na Moscou especulada, lançado em 20 de junho de 201.

 

É autor(a) em:

 

Postagens relacionadas:

Em busca da comunidade: lutar pelo passado

Por Fabricio Pereira da Silva Trecho da apresentação de Em busca da comunidade   Não há futuro sem passado. Sem […]

Ler mais

Deter a crise climática: impossível

Por Raúl Zibechi Publicado em Instituto Humanitas Unisinos Tradução Cepat   As enchentes catastróficas no estado do Rio Grande do […]

Ler mais

clarão / to jẽngrẽg

Por Jr. Bellé Poesia de abertura do Retorno ao ventre: Mỹnh fi nugror to vẽsikã kãtĩ clarão um dia minha […]

Ler mais